Já que não posso ser belo, quero continuar invisível...
Sábado, 1 de Junho de 2013
O conceito de clímax

Preto. Está tudo preto… Sinto os olhos pesados e as minhas pálpebras parecem ter sido coladas. Vou recuperando a consciência à medida que pestanejo freneticamente e que a visão volta a ser um sentido que posso usar. Não sei onde estou. Vejo um quarto que me é desconhecido e reparo que estou amarrado à cama, embora tal me pareça absolutamente desnecessário, pois não consigo mexer os braços ou as pernas. Atordoado, volto a fechar os olhos, convencido de que estou a sonhar.

A porta do quarto abre-se e vejo-a entrar. “Hello, babe!”, diz. Sei que é ela, mas parece uma mulher diferente – a rapariga frágil de jeans e ténis, com traços juvenis, transformada numa mulher confiante, com óculos escuros e vestida de cabedal preto dos pés ao pescoço. Depois de ter acidentalmente chocado contra ela um dia, vi-a diariamente no meu caminho durante dois meses, até ter mudado de emprego e perder-lhe o rasto por completo. “Com que então o meu rapagão estava convencido de que poderia simplesmente desaparecer? Desapontas-me…”, murmura lenta e suavemente.

As milhentas perguntas que percorrem o meu cérebro fazem-me semicerrar os olhos, mas rapidamente os abro o mais que consigo ao vê-la acender um pequeno maçarico. Gaguejo e pergunto: “O que é isso?!”, com o olhar fixo na chama azul e na sua ponta laranja. “Então, garanhão, o que é isso pergunto eu? Ambos sabemos o que vai acontecer agora”, diz a sorrir. Aproxima-se de mim, as veias do meu pescoço incham de tal forma que parecem querer fugir do meu corpo e vejo-a espetar-me uma seringa no braço. A consciência volta a abandonar-me… Branco. Tudo fica branco.



publicado por Monstro Invisivel às 16:50
link do post | Are you talking to me? | favorito
|

Mais Sobre Mim
pesquisar
 
Julho 2017
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
14
15

17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


Últimos Disparates

Clickbait

Ditadores e bebidas

Paixão

Sobre a labuta

O mundo precisa de mais a...

Passados anos...

Vida, arte e plágios

Cara ou coroa

Dia de reflexão

Paiges da vida

Arquivos

Julho 2017

Junho 2017

Maio 2017

Abril 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Janeiro 2016

Outubro 2015

Setembro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Agosto 2014

Maio 2014

Fevereiro 2014

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Novembro 2008

Outubro 2008

Agosto 2008

Julho 2008

Junho 2008

Maio 2008

Abril 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Janeiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Agosto 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

links
Fazer olhinhos
blogs SAPO
subscrever feeds