Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Monstro Invisível

Já que não posso ser belo, quero continuar invisível...

Monstro Invisível

Já que não posso ser belo, quero continuar invisível...

Jesus Christ Superstar

Março 20, 2007

Monstro Invisivel

"Percebes que não faz sentido algum fazer seja o que for se ninguém estiver a ver.

Perguntas a ti próprio, se tivesse havido uma assistência fraca na crucificação, teriam marcado para outro dia?

Nunca viste nenhum crucifixo com um Jesus que não estivesse quase nu nem com um Jesus gordo. Ou um Jesus com pêlos no corpo. Em todos os crucifixos que viste, o Jesus podia estar sem camisa a servir de modelo para uns jeans de designer ou para uma água-de-colónia masculina."

Alguém interessado?

Março 16, 2007

Monstro Invisivel

Quem é que nunca viu o "Fight Club" e pensou: "Uau, onde é que eu me posso inscrever numa actividades dessas?" Então que tal criar um Clube de Combate underground nos arredores da capital? Temos voluntários? Let's make it happen, people!

The challenge is set...

Março 14, 2007

Monstro Invisivel

"Think for yourself
Question authority

Throughout human history, as our species has faced the frightening,
terrorizing fact that we do not know who we are, or where we are going in
this ocean of chaos, it has been the authorities, the political, the
religious, the educational authorities who attempted to comfort us by
giving us order, rules, regulations, informing, forming in our minds their
view of reality. To think for yourself you must question authority and
learn how to put yourself in a state of vulnerable, open-mindedness;
chaotic, confused, vulnerability to inform yourself.

Think for yourself.
Question authority."

As putas são nossas amigas

Março 14, 2007

Monstro Invisivel

Passei meia hora (mais coisa, menos coisa) com uma ex-prostituta de 19 anos num hotel de luxo no centro de Lisboa. Soube bem. Muito bem. Talvez demasiado... As pessoas gostam muito de falar mal das putas sem sequer as conhecerem, quando afinal podemos aprender tanto com elas. A mim, abriu-me os olhos, fez-me pensar, deu-me ideias... Obrigado, Andreia Filipa!

Ah, não houve contactos sexuais. Limitámo-nos a falar sobre sexo e sobre a vida dela. Eu fazia perguntas, ela respondia. Para ela, eu fui "just another one"; para mim, ela foi "the one"...

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Fazer olhinhos