Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Monstro Invisível

Já que não posso ser belo, quero continuar invisível...

Monstro Invisível

Já que não posso ser belo, quero continuar invisível...

Home

Janeiro 21, 2008

Monstro Invisivel

Está frio lá fora.
Os raios de sol que entram pelo vidro do carro reconfortam-me.

Sinto um peso nos olhos. Faltam-me as forças.
Carrego no pedal, fecho os olhos. O que tiver de ser, será. Sinto-me bem.
Sorrio.
Não tenho medo.
Morrer faz sentido.

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Fazer olhinhos